Empreendedorismo

Bullet Journal: como ele pode te ajudar a organizar a rotina?

Você está em busca de meios que possam te ajudar a manter suas tarefas em ordem, sem estresse? Em meio aos compromissos do dia a dia, muitas pessoas estão a procura de ferramentas que possam ajudá-las a ter um dia melhor planejado e, consequentemente, mais produtivo.

Um dos métodos que podem te ajudar a organizar a rotina é o Bullet Journal. Quer aprender mais sobre como esse mecanismo pode ser útil para a sua vida? Então continue a leitura e aprenda como criar e usar o seu!

Mas, afinal, o que é Bullet Journal?

Desenvolvido pelo americano Ryder Carrol, esse sistema tem por objetivo agrupar informações das diferentes tarefas a serem realizadas em um mesmo lugar. Por exemplo, atividades profissionais, compromissos familiares, afazeres do dia a dia, etc.

Basicamente, podemos dizer que ele é um caderno no qual a pessoa pode anotar, de maneira prática, suas tarefas e organizá-las em “bullets”, ou seja, pontos ou marcadores no texto, que colaboram no controle e visualização das atividades ali inseridas.

Esse é um método a ser utilizado e ajustado conforme as necessidades de cada um. Devido a essa flexibilidade, pode perfeitamente ser utilizado por qualquer pessoa, em diferentes momentos da vida, ajudando na sua organização geral.

Como começar a organizar a rotina com esse método?

1. Escolha o caderno ideal para você

O primeiro passo para se ter um Bullet Journal eficaz é a escolha de um caderno que seja prático e de tamanho adequado para ser levado em qualquer lugar. Os que tem sido mais utilizados para esse fim são os cadernos de capa dura quadriculados ou pontilhados, do tipo moleskine. Você pode optar pelo caderno que mais lhe agrada.

2. Defina sua legenda

A próxima etapa é a criação da legenda a ser utilizada para facilitar a divisão dos itens no seu caderno. No geral, essa legenda é composta por símbolos que indicam, por exemplo, estágio e grau de importância das tarefas.

Esses símbolos podem ser criados pelo próprio usuário, tornando sua legenda personalizada e em conformidade com suas particularidades. Porém, se a pessoa quiser, pode adotar a legenda universal do Bullet Journal, como por exemplo: círculo ou quadrado é uma tarefa a ser realizada; um “X” é a tarefa concluída; um risco sobre a tarefa significa que ela se tornou irrelevante.

3. Crie o índice do seu Bullet Journal

Logo no início do seu caderno, é importante incluir o sumário ou índice. Nele, você deverá apontar a divisão e as páginas correspondentes para cada atividade, além de incluir as devidas alterações a cada novo item adicionado em suas anotações.

4. Inclua o calendário mensal e as datas de cada dia

A cada novo mês, coloque o calendário correspondente e anote as datas importantes e compromissos. Em seguida, inclua as tarefas mensais com o auxílio da legenda. E, para cada novo dia, anote a data do mês, o dia da semana correspondente e todas as atividades que devem ser realizadas.

O Bullet Journal é uma ótima ferramenta de organização. Esse sistema tem conquistado inúmeras pessoas tanto pela praticidade, quanto pela liberdade para usar a criatividade como quiser. Por exemplo, você pode criar uma lista de livros a serem lidos, metas para empreender melhor, atividades que quer realizar com a família e assim por diante.

Gostou da ideia? Agora que você já descobriu uma nova forma de organizar a rotina, aprenda também como deixar seus documentos organizados.

Você pode gostar
Pós-venda: como usar estratégias básicas para reter clientes
Comportamento do consumidor: descubra como ele tem mudado

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This