Direitos do consumidor

Comprovando origem nacional dos produtos em viagens internacionais

Fazer uma viagem internacional é o sonho de muitos brasileiros. Afinal de contas, sair um pouco da rotina, relaxar e curtir bons momentos com a família e amigos não têm preço. Mas ao planejar uma viagem é importante ter atenção com alguns detalhes, como por exemplo, as taxas da alfândega e saber comprovar corretamente a origem de produto que está na sua mala.

Você costuma viajar com eletrônicos? Se a sua resposta foi um sim, essa dica será ainda mais importante. Alguns itens como notebooks, tablets e câmeras, que não tiverem sua procedência comprovada, podem ser taxados na alfândega, mesmo que tenham sido comprados em território nacional.

Acompanhe este post e aprenda mais sobre o assunto!

Entenda como funciona a taxação

O que define se um produto é taxado ou não é o seu valor. Em regra geral produtos que excedem $500,00 estão sujeitos à taxação. E olha que a taxa não é barata, 50% do valor excedente deve ser pago, ou seja, para um produto de $600,00 a taxa é aplicada sobre os $100,00 que excederam a cota.

Se isto ocorrer, você não precisa pagar a taxa na mesma hora. O produto pode ficar retido e ser retirado posteriormente. Mas tenha atenção, se o pagamento não for feito dentro de 30 dias, a taxa dobra, sendo necessário pagar 100% do valor excedente. Por isso é essencial guardar suas notas fiscais.

Não se esqueça de colocar a nota fiscal na mala

A forma mais indicada de garantir que você não terá nenhum risco de ser taxado na volta ao Brasil é levando a nota fiscal do produto. Exceto se o seu eletrônico tiver o selo de fabricação em território nacional, assim o fiscal do aeroporto consegue ter certeza que você não adquiriu esse produto durante a viagem. Mas, caso ele tenha sido fabricado no exterior, fica mais difícil verificar a procedência sem a nota.

Como guardar suas notas fiscais sem estresse

Manter as notas fiscais bem organizadas e conservadas por bastante tempo pode ser uma tarefa complicada. Imagine que você compre um notebook hoje e viaje daqui a dois anos, será que ainda vai ter essa nota, ou vai ter que gastar um tempão procurando, revirando gavetas e ainda assim não encontrar?

Não se preocupe, temos uma dica que pode te ajudar bastante a fazer isso de forma muito prática e sem perder muito tempo. Que tal guardar todas as suas notas fiscais de forma eletrônica, através de um aplicativo fácil e seguro? Esse é um jeito simples e muito eficiente de comprovar a origem de produto que você está levando na sua bagagem.

Utilizando o aplicativo Novoto, você consegue armazenar e catalogar todas as suas notas fiscais, gratuitamente. Assim você não perde mais tempo guardando as notas em pastas e depois tendo que procurá-las.

Baixe agora mesmo e crie o seu cadastro, é totalmente gratuito!

Com essas dicas você viajará mais tranquilo, sem se preocupar com possíveis taxas de imposto na alfandega por não conseguir atestar a origem de produto. Se achou a ideia de guardar suas notas digitalmente interessante, entre em contato conosco, vamos te ajudar a deixar suas notas organizadas sem que você tenha muito trabalho.

Você pode gostar
Entenda como funciona o direito do consumidor na internet
Direitos do consumidor: você sabe o que você está perdendo?

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This