Tecnologia

Sair da casa dos pais: saiba a melhor maneira de economizar

Qual é o jovem que não sonha com independência? Para muitos, sair da casa dos pais é uma vontade que vem desde e a adolescência. Outros, entretanto, deixam para viver essa experiência somente quando se casam.

Se isso aconteceu para você antes ou depois dos 30, não importa. O ideal é que cada um aproveite bem o seu momento de experimentar essa sensação de liberdade… e responsabilidade!

Sim, o ato de sair de casa não é só flores: ele demanda investimento em um imóvel e em diversos móveis e utensílios necessários para que você inicie a sua nova vida, além de uma preparação psicológica para lidar com as demandas do cotidiano. E como fazer tudo isso sem gastar muito?

Se você também tem essa dúvida, listamos algumas dicas para você economizar na saída da casa dos pais:

1. Faça um planejamento financeiro

Sair de casa não é uma decisão que se toma de uma hora para outra. Você precisa primeiro calcular os custos de uma vida dependente apenas de suas próprias finanças.

O seu salário comportaria gastos com aluguel (ou prestação do imóvel), as contas do mês, mercado e todas as suas despesas pessoais? Se for se casar ou dividir apartamento com algum amigo, vocês devem fazer esse cálculo juntos.

Além da velha e boa planilha do Excel, existem alguns aplicativos que permitem gerenciar suar finanças. Além disso, você precisa ter uma poupança para possíveis imprevistos: um conserto, uma doença, uma demissão… tudo pode acontecer a qualquer momento. O ideal é que você tenha uma reserva suficiente para se sustentar por pelo menos três meses.

Uma vez feito este controle, o próximo passo é procurar um imóvel que caiba no seu orçamento. Lembre-se de que os preços variam de acordo com a localização e tamanho do imóvel. Opte pelo melhor custo-benefício.

2. Invista em móveis e utensílios usados

Mobiliar a casa parece simples, mas também demanda gastos e planejamento. Se o orçamento estiver apertado, desapegue da ideia de comprar tudo novo. Vá a brechós e feiras e converse com seus amigos nas redes sociais.

Há sempre alguém vendendo um produto usado que está em bom estado. E esse produto pode ser exatamente o que você precisa comprar. Se você tiver habilidades com trabalhos manuais, você mesmo pode fazer alguns móveis: sai muito mais barato do que contratar uma empresa de planejados, por exemplo.

Só fique atento ao que vai comprar: às vezes, consertos e reformas saem mais caros do que comprar uma peça nova.

Quanto aos utensílios de cozinha, providencie o mínimo que você precisa para começar. Antes de se mudar, você pode juntar seus familiares e amigos mais próximos e arrecadar “doações” dessas peças. Que tal tentar?

3. Organize a parte burocrática da casa

Você sabe exatamente quanto gasta com suas contas mensais? Costuma guardar as notas fiscais e recibos dos seus produtos?

Esse é um hábito que precisa ser adquirido quando saímos da casa dos pais, reduzir custos e aproveitar o benefício das garantias. Coloque na ponta do lápis (ou do teclado) todas as suas despesas e guarde cupons e certificados de garantia. Isso pode evitar uma série de transtornos e gastos nessa nova fase.

Gostou das nossas dicas para sair da cada dos pais economizando? Curta a nossa página no Facebook e fique por dentro das novidades!

Você pode gostar
Conheça 4 aplicativos de organização e como eles podem ajudar
Loja virtual x loja física: onde é melhor comprar meus produtos?

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This