Consumo

4 dicas para comprar produtos usados

Comprar produtos usados é uma alternativa mais econômica e sustentável. Sabe aquela cafeteira que você ainda não comprou porque está muito cara?  Ou aquela roupa que não sai da gaveta há dois anos? O comércio de produtos de segunda mão pode ajudar a resolver esses problemas.

Segundo estudo realizado pelo Ibope, 38% dos brasileiros possuem algum item em casa que poderiam colocar à venda. Isso significa, de acordo com a pesquisa, um volume de R$ 105 bilhões. Sim! O mercado de usados tem um enorme potencial.

Mas, na hora de comprar um produto de segunda mão, você deve estar atento. Confira as dicas que separamos para que você não caia em nenhuma armadilha.

1. Procure lojas confiáveis

Hoje, grande parte do comércio de usados é feito pela internet. Há diversos sites e aplicativos especializados nesse tipo de serviço. Prefira sempre os que publicam as análises, comentários e recomendações dos compradores .

Muitos, inclusive, fazem um ranking dos melhores vendedores e ainda indicam aqueles que não são confiáveis.

Antes de comprar, tire qualquer tipo de dúvida. Pergunte ao vendedor sobre formas de pagamento, prazo de entrega, se há política de troca ou se o produto ainda está na garantia.

2. Seja criterioso ao comprar produtos usados

Como já foi dito, um dos objetivos do comércio de usados é o consumo sustentável, colaborativo. Portanto, não é porque está barato que você vai sair comprando! Avalie se realmente precisa daquele item.

Depois, cheque os preços. Compare com o valor do produto novo. E peça descontos!

Seja detalhista na análise do produto. Se a compra for online, o vendedor deve enviar fotos do item.

Caso seja um eletrônico, redobre os cuidados. São produtos mais frágeis. Alguns defeitos podem ser reparados facilmente, outros não. Verifique se vale a pena e lembre-se que a regra na compra de produtos de segunda mão é o custo-benefício.

3. Realize o pagamento em ambientes seguros

Se a compra for online, verifique se há uma conexão segura. Para isso, confira se o site começa com https:// antes de inserir os dados do cartão. Caso não se sinta seguro, pergunte sobre outras formas de pagamento, como o boleto.

Imprima e salve todo o processo de compra. Se o produto não chegar, você terá como provar que efetuou o pagamento.

4. Exija sempre a nota fiscal

Mesmo em se tratando de um produto usado, peça a nota fiscal. Ela é a garantia de que esse item não foi roubado, por exemplo.

Recentemente, a imprensa noticiou o saqueamento de lojas no Espírito Santo. Certamente esses produtos entrarão no mercado e você não quer ser vítima desse golpe, certo?

Pelo mesmo motivo, desconfie de itens muito baratos com preços totalmente fora do padrão inclusive para o comércio de usados. Aqui a dica também é pedir a nota fiscal. Só ela garantirá que se trata de um produto original e de procedência confiável.

Gostou das dicas? Agora que você já sabe como comprar produtos usados, compartilhe esse artigo em sua redes sociais!. Assim, seus amigos também poderão fazer compras seguras. E com nota fiscal!

Quer uma outra ótima dica? Para salvar as suas notas e depois enviar para possíveis compradores dos seus produtos usados, use NOVOTO, nosso aplicativo vai te ajudar a salvar as notas e compartilhar elas com qualquer pessoa ou loja. 😉

Você pode gostar
Vá além da comparação de preços: o que pesquisar antes da compra?
5 dicas para economizar dinheiro diariamente

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This