Consumo

4 piores erros de gestão financeira que você não deve cometer!

Administrar uma empresa não é fácil, afinal, são inúmeros detalhes para pensar e muitas tarefas que precisam ser cumpridas com atenção e zelo pelos empresários e empreendedores em geral. Contudo, mesmo com toda a preocupação, alguns erros de gestão financeira são muito recorrentes e acabam prejudicando de forma considerável o crescimento saudável dos negócios.

Por ser assim, listamos alguns dos piores erros que são cometidos para que você possa evitá-los. Confira!

1. Não manter um controle intenso das finanças

Por mais que demande tempo e seja uma tarefa burocrática e cansativa, é essencial que os empreendedores mantenham um controle efetivo sobre as contas da empresa. É preciso manter os documentos organizados e planilhas de gastos sempre atualizadas com todos os pagamentos realizados, todas as despesas fixas e variáveis.

Além disso, para evitar erros, é essencial separar completamente os gastos pessoais dos gastos empresariais. Faça a sua retirada mensal fixa, mas não utilize dinheiro do caixa da empresa para o pagamento das suas contas de farmácia ou supermercado, por exemplo. Essas retiradas aleatórias prejudicam o controle financeiro e podem inviabilizar a realização de um balanço adequado.

2. Não ter um conhecimento preciso dos gastos e dos lucros de cada transação

É muito comum que os gestores fixem os preços das mercadorias ou dos serviços sem considerar com atenção os gastos envolvidos em cada atividade. Com isso, muitas vezes não se tem um conhecimento real do lucro de cada venda ou prestação de serviços.

O erro nesse cálculo é gravíssimo e pode fazer, muitas vezes, com que o preço cobrado não cubra as despesas. Isso sem dúvida levará à falência da empresa, que não terá como arcar com as contas e responsabilidades assumidas.

3. Não fazer reservas financeiras

Alguns gestores acreditam que o que sobra após o pagamento de todas as contas é lucro. Contudo, esse pensamento não está correto e pode, inclusive, gerar grandes transtornos.

Todo empreendimento está sujeito a riscos e despesas impensadas podem surgir. Como exemplo, podemos citar a manutenção de equipamentos, a realização de reformas inesperadas, os gastos extras com funcionários etc.

Sendo assim, é essencial ter reservas financeiras para que não seja necessário recorrer a empréstimos bancários, sempre repletos de juros abusivos. Além disso, as reservas são essenciais para que você possa pensar em estratégias de ampliação dos negócios.

4. Não contar com um bom sistema de gestão online

Atualmente, existem diversos softwares de gestão financeira que facilitam a vida dos empresários e o melhor: reduzem os riscos de erros nas contas e no controle dos gastos e dos lucros.

As ferramentas são superseguras e por meio delas você poderá emitir relatórios que facilitarão a análise das suas finanças e a realização de um planejamento eficiente de crescimento. Além disso, com a utilização de um software você terá todas as informações da empresa interligadas e não precisará alimentar vários cadastros e planilhas de controle, o que evita o retrabalho e torna a rotina mais eficiente.

Evitar erros de gestão financeira não é tão complicado quanto parece. Basta fazer as coisas com atenção e utilizar as ferramentas tecnológicas que estão à disposição e facilitam o trabalho.

Gostou do post? Então assine nossa newsletter e receba o nosso conteúdo em primeira mão!

Você pode gostar
Descubra 4 dicas para se dar bem ao morar em república
Quantas vezes você já quis ajudar o próximo e não soube como?

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This